Dificuldade Média

Cassoulet de feijão branco com linguiça calabresa artesanal flambada no uísque

O cassoulet é conhecido aqui no Brasil como “a feijoada branca”, por ser um prato feito à base de feijão branco e carnes variadas. Muitas versões diferentes de cassoulet rodam a internet, mas a versão tradicional dela leva carne de porco e pato (alguns lugares na França também acrescentam ganso e cordeiro). O prato francês tem origem dividida entre as cidades de Castelnaudary, Carcassone e Toulouse, que a Larousse Gastronomique chama de “Santíssima Trindade do Cassoulet”, e é uma excelente opção para esses dias mais frios. Dizem que o cassoulet surgiu durante a guerra dos cem anos, sendo um prato feito com todas as reservas de carne disponíveis para alimentar os soldados que combatiam na guerra. Começou sendo feito com favas, que foram substituídas pelo feijão branco. Lá na França o cassoulet é um prato tradicional e único, mas aqui no Brasil é muito comum comê-lo ao estilo feijoada, acompanhado de arroz branco soltinho (para desespero dos franceses). […]

Wok de peito de frango marinado no limão siciliano e shiitake

Peito de frango é muito prático e versátil, por isso sempre tenho no meu congelador. Muita gente costuma dizer que peito de frango é uma carne ressecada e com pouco sabor, mas podemos resolver isso deixando o peito de frango imerso numa marinada de temperos que vão deixá-lo bastante tenro e temperadinho. Muitas vezes deixo o frango marinando de um dia para o outro, inclusive às vezes deixo num pote na geladeira por dois ou trës dias e vou retirando os filés de frango no decorrer do tempo para fazer as refeições, mudando só os acompanhamentos. É uma forma muito prática e gostosa de ter um peito de frango sempre gostoso e pronto para ser usado! Essa receita aqui eu fiz de olho, com o que eu tinha disponível, e ficou muito boa. O caldo de galinha usado é caseiro, que deixo pronto no congelador, mas você pode usar aqueles caldos prontos em tablete ou pó e dissolvê-los nos 500ml de água. Nesse caso eu deixei marinando por pouco tempo (2 horas na geladeira), mas pode fazer de um dia para o outro que quanto mais tempo ficar mais gostoso ficará seu franguinho! […]

By | março 31st, 2014|Carnes Brancas, Dificuldade Média|10 Comments

Cogumelos shiitake recheados com carne moída e parmesão fresco + vício da vez: Breaking Bad

Eu adoro cogumelos, de todos os tipos. Shiitakes, shimejis, funghi porcini, Paris, champignon… sejam frescos ou secos, são o tipo de ingrediente que nunca falta na minha geladeira e despensa! Aqui no Temperaria já postei várias receitas com cogumelos, uma delas inclusive está na lista das mais pesquisadas e acessadas, que é o Risoto ao Funghi (simplesmente divino).  Dessa vez estava com vontade de comer uma coisa bastante saborosa mas com pouco carboidrato, e ao abrir a geladeira vejo: 1 travessa de lindos cogumelos shiitake frescos + 1 potinho de carne moída já pronta do dia anterior + queijo parmesão para ralar. Não pensei duas vezes! Shiitakes recheados! Aliás, vou aproveitar para falar o que fiquei fazendo enquanto esperava os cogumelos assarem no forno. Sou assinante do Netflix, aquele serviço online que você pode assistir vários seriados, filmes, documentários, etc pagando R$ 15,90 por mês. Fiz aquela assinatura promocional de 1 mês grátis há quase 2 anos e nunca mais cancelei, realmente acho o custo benefício incrível (adoro assistir seriados antigos, mas também tem bastante coisa recente por lá). Isso não é publieditorial nem jabá, estou dando a dica porque realmente uso e gosto, ok? Enfim, depois que terminei de ver Desperate Housewives (amo) e How I Met Your Mother (comédia incrível, super recomendo), decidi assistir Breaking Bad, seriado que vem sendo super bem falado nos últimos tempos. A série é totalmente VICIANTE! Estou na terceira temporada e tenho vontade de assistir quase que em todos os meus horários livres, fico mega curiosa com o que vai acontecer. Sabe aquela série que chega a deixar seu coração acelerado? Breaking Bad é assim.  Aliás, vi que eles ganharam essa semana o Globo de Ouro de melhor série dramática e de melhor ator em série dramática de 2013. Só posso dizer que é merecido! Aliás, perceberam como sou uma pessoa eclética? Transito entre séries de comédia e drama com a mesma facilidade que uso tênis e salto alto. Adoro (tudo isso aí). 🙂 Voltando às vacas frias, acho que essa receita funciona perfeitamente bem para servir de entrada num jantar mais requintado. Se o seu público é vegetariano pode substituir o recheio por uma infinidade de opções, como queijos (gorgonzola deve ficar sensacional com nozes e mel!), alho poró, caponata de berinjela e outras coisas mais. A receita é tão simples, mas tão simples, que tenho até vergonha (mentira, sou sem vergonha mesmo) de postar aqui, mas vamos lá! […]

By | janeiro 20th, 2014|Carnes Vermelhas, Dificuldade Média|0 Comentários

Rosbife com molho de raiz forte branca Meerrettich e redução de vinho tinto + cenouras glaceadas + 3 super dicas para uma carne perfeita!

Quando estive em Blumenau no ano passado para a Oktoberfest aproveitei, como sempre faço, para comprar uns ingredientes diferentes que não costumo ver por aqui no Rio de Janeiro. Como a cidade é fruto da colonização alemã, encontramos excelentes produtos derivados de lá. Um que eu nunca tinha visto é a pasta de raiz forte branca, chamada de Meerrettich. Sempre que pensamos em raiz forte já nos vem à cabeça aquela pasta verde super picante da culinária japonesa, o wasabi. Entretanto, essa raiz forte alemã é bem menos picante mas muito mais saborosa, na minha opinião. A que eu comprei é essa aqui do lado. Custa barato (acho que foi menos de dez reais, se não me engano) e dá um toque muito especial nos molhos em geral. Depois descobri que existe à venda em vários lugares aqui no Rio de Janeiro, eu só não tinha prestado atenção! Pois então, eu estava em casa essa semana com uma tremenda preguiça de fazer jantar mas também não queria comer fora (afinal, estava com preguiça). Cheguei em casa em torno das 22h depois do trabalho, que se estendeu além do esperado, e não tinha nada pronto na geladeira. Sorte do dia: havia tirado essa peça pequena de filé mignon no dia anterior do congelador e deixado na geladeira na esperança de ter inspiração e tempo de usá-lo durante a semana. E voilá, como diriam os franceses: vamos de rosbife que é super rápido e nunca decepciona. Como não queria comer carboidrato tão tarde da noite – bem que eu aceitaria uma bela massa para acompanhar essa carninha, mas a dieta não anda permitindo essas escapadas ultimamente – escolhi fazer umas cenourinhas super simples glaceadas na manteiga e açúcar, que contrastaram maravilhosamente bem com o sabor ativo do molho do rosbife. Isso tudo, acreditem se quiserem, levou somente uns 20 minutos do meu tempo efetivo mais uns 30 minutos esperando a carne ficar pronta no forno. Não é uma delícia? Adoro pratos que exigem pouco trabalho e ainda nos dão uma pausa para apreciar uma taça de vinho enquanto sentimos os aromas inebriantes que estão saindo do forno… tudo de bom!!  […]

Arroz vermelho com castanha do pará e amêndoas

As festas de final de ano já passaram mas janeiro ainda é um mês de férias para muita gente, com várias comemorações e encontros familiares e de amigos. Por isso é sempre bom ter uma receita de arroz diferente para dar aquele TCHAM no seu cardápio, principalmente quando você não está a fim de investir muito tempo no prato principal mas quer fazer uma graça para seus convidados. Essa receita de arroz vermelho com castanhas do pará e amêndoas é uma mão na roda, fica linda e simplesmente deliciosa. Usei como acompanhamento do meu peru no almoço de natal (fiz aquela receita incrível da chef Flávia Quaresma que postei aqui outro dia), mas tenho certeza de que acompanha muito bem quase qualquer tipo de carne que você queira fazer para acompanhar. Para os vegetarianos vai super bem com uma juliene de legumes, por exemplo. O arroz vermelho está muito falado hoje em dia, principalmente depois da matéria que saiu no Globo Repórter no início de Dezembro sobre os benefícios desse tipo de arroz. Para quem não viu, ficou comprovado que o arroz vermelho possui 15% mais proteína e o dobro de fibras do arroz branco polido tradicional. Apesar das vantagens, o arroz vermelho ainda é muito mais caro que o tradicional arroz branco. 500 gramas podem custar até R$ 12,00 em alguns supermercados aqui no Rio de Janeiro. Além disso, ele possui um sabor muito mais acentuado, o que tornaria difícil simplesmente substituir o arroz branco por essa outra variedade. Porém, é uma excelente opção para uma refeição especial, quando você quer dar aquele toque “gourmet” no arroz de cada dia. Confere aí a receita e bora para a cozinha! […]

By | janeiro 10th, 2014|Dificuldade Média|0 Comentários

Risoto de frango com seleta de legumes + aprenda a fazer seu caldo de frango caseiro

Não é novidade para vocês que seguem o blog que risoto é o prato que eu mais gosto de fazer e comer, não é mesmo? Acho prático, saudável, delicioso e muito criativo! Basicamente tudo pode virar um bom risoto, basta apenas respeitarmos a ordem básica dos ingredientes e o tempo certo de cocção. Aliás, um dos grandes segredos de um bom risoto é o caldo que usamos para cozinhá-lo. Nessa receita de hoje de risoto de frango com seleta de legumes eu ensino vocês não só a fazer o risoto, mas também a fazer o caldo caseiro que vai ser a base de cozimento do prato. Tudo fácil e delicioso! Há umas semanas eu recebi de presente aqui em casa da Goiás Verde e Tetra Pak umas caixas de produtos da Jurema, aquela marca antiiiiiiga de milho verde e ervilha enlatados que agora vende em embalagens muito mais práticas e fáceis de guardar e abrir (quantas vezes já cortei meu dedo porque sou desastrada abrindo as latas)! Amei a novidade! Nesse dia não tinha muitos ingredientes e nem muito tempo à disposição, mas também não queria fazer somente um risoto de frango, então resolvi aproveitar a Seleta de Legumes que ganhei e incrementar a receita. Você pode usar também só milho verde se não tiver a seleta à disposição. O que posso dizer desse risoto é que realmente ficou muito bom! Fiquei surpreendida com o sabor e tenho certeza que o diferencial aqui foi o caldo. Então atenção às dicas e mão na massa!! […]

By | novembro 27th, 2013|Dificuldade Média|3 Comments

Caldo verde “light” de 2 couves + dieta e reeducação alimentar

Mais uma semana começando, dessa vez com horário de verão vigente aqui no Rio de Janeiro, fazendo todo mundo acordar com sono nessa segunda-feira! Menos eu! Acho que pela primeira vez em muitos anos (desde que comecei a trabalhar) eu acordo cheia de disposição na primeira segunda-feira do horário de verão. Delícia né? Deixa eu contar uma coisa para vocês, estou tocando uma dieta. Pois é, estou me encaminhando para os 30 anos e percebi a diferença ENORME no meu metabolismo de agora pro de 5 anos atrás. Engordo com mais facilidade e fico inchada com qualquer coisa..  Daí resolvi dar uma mudada nos hábitos! Comecei retomando o projeto de fazer exercícios e por enquanto está funcionando muito bem! Faço aeróbicos (caminhada + corrida) 3 vezes por semana e Pilates 2 vezes por semana. Ainda não comecei a pegar na musculação porque primeiro quero dar uma secada (nessas últimas semanas já desinchei bastante!). Depois comecei uma reeducação alimentar bem bacana, consistindo basicamente em retirar da minha alimentação as coisas que contém gluten (leia TRIGO e CEVADA). […]

By | outubro 21st, 2013|Dificuldade Média, Sopas, Cremes & Caldos|9 Comments

Feijoada de Camarão com Feijão Branco – simplesmente maravilhosa!

Nas últimas semanas fiz o Especial Feijão, quando falei sobre algumas curiosidades dessa comida símbolo da culinária nacional. Falei sobre os tipos de feijão mais consumidos no país, sobre a origem do nome do feijão carioca e sobre os números de produção e consumo em terras brasileiras. Para continuar no mesmo pique pensei em apresentar uma receita de feijoada para vocês, mas confesso: eu não gosto de feijoada. Não me crucifiquem! Realmente não sou chegada a qualquer tipo de carne dentro do meu sagrado feijão preto (cuja receita e dicas postei aqui). Por isso pesquisei uma versão alternativa dessa receita tão popular e resolvi fazer uma Feijoada de Camarão! Peraí, feijoada de camarão? Eu sei que pode parecer meio estranho, mas de cara entrou para a lista dos meus pratos preferidos. Essa feijoada é feita com feijão branco, muito simples de fazer, fica super cremosa e com um sabor incrível. Ela pura já se basta, com arroz branco é maravilhosa (comi das duas formas!). Para mim pareceu uma moqueca de camarão muito melhorada, sabe? […]

Risoto de abóbora, prosecco e queijo parmesão fresco

Um risoto leve, com sabor suave e que vai derretendo aos poucos na boca, ficou simplesmente delicioso! Ele é ideal para ser servido como uma entrada num menu completo, ou então como prato principal acompanhado de uma bela carne vermelha para fazer aquele contraste de sabores (foi o meu caso). Usei um queijo parmesão fresco de uma fazenda de Minas Gerais, bem gostoso e suave também (diferente do parmesão fresco tipo Faixa Azul, com sabor bastante acentuado, que costumo usar ralado com massas, por exemplo), e no lugar do vinho usei um prosecco que eu tinha em casa, ficou maravilhoso! Leia mais...

Risoto ao Funghi delicioso, fácil e sem erros! O Rei dos Risotos!

O risoto ao funghi com certeza é um dos campeões de audiência em quase todos os restaurantes que trabalham com risoto. Na verdade é um prato super fácil de fazer, rápido e que não tem erro. O bacana do risoto ao funghi é que ele é muito versátil, já que pode ser usado como entrada, como mini porção numa degustação ou como prato principal. Além disso, atende a públicos muito variados, já que não leva carne e pode ser comido tranquilamente pela galera vegetariana, por exemplo, mas combina super bem com um belo bife de mignon. Leia mais...

By | agosto 14th, 2013|Dificuldade Média|27 Comments