Ingredientes

  • 600g de abóbora
  • 100g de farinha de trigo
  • 3 colheres (sopa) de amido de milho
  • 1 colher (sobremesa) de manteiga
  • 3 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
  • 1/2 colher (chá) de noz moscada
  • 1 ovo
  • Sal e azeite à gosto
  • PARA O MOLHO
  • 500g de acém moído
  • 1 cebola roxa picadinha
  • 2 dentes de alho amassados
  • 1 colher (sopa) molho shoyu
  • 1 colher (sobremesa) de pimenta Tabasco defumada
  • 1 colher (sopa) de extrato de tomate
  • 120ml de vinho tinto seco

3 pessoas Pessoas servidas ~ 1 hora e 30 minutos

Nhoque nunca foi minha massa predileta (muito pelo contrário), até que eu descobri que o que faltava na minha vida era provar um bom nhoque. Não tenho modéstia nenhuma em dizer que minha opinião sobre esse tipo de massa mudou completamente depois que fiz aquele nhoque de batata simplesmente perfeito há uns meses atrás. Desde então o nhoque entrou na lista das minhas massas preferidas. E, tendo em vista que massa é minha comida favorita, isso é muita coisa!

Venho colecionando várias receitas de nhoque que levam ingredientes diferentes, mas não tenho tido tempo de colocá-las todas em prática. Até porque uma das coisas legais desse prato é curtir o processo de fazê-lo, já que é super manual. Mas uma dessas receitas já tive a oportunidade de fazer, que é o simplesmente fantástico Nhoque de Abóbora.

Vi uma receita de Nhoque de Abóbora no delicioso blog da Sandra Reis, e desde que li tive certeza de que era algo a se experimentar. Modifiquei a receita colocando temperos e quantidades diferentes da dela, dando o meu toque especial. Para acompanhar eu preparei um bolognesa ao vinho que também ficou espetacular.

Além do gosto levemente adocicado de abóbora (que eu adoro) desse nhoque, ele surpreende pela cor, que é linda, pela textura, super suave, e pelo formato. Como a massa é muito leve e não quis colocar muita farinha para chegar no ponto de enrolar, então ele foi feito às colheradas. Uma das coisas incríveis e marcantes desse prato para mim é que na verdade quem executou tudo foi meu amado noivo, que fez a massa e cozinhou cada um dos nhoques rústicos delicadamente. Eu só fui direcionando os ingredientes e preparei o molho. Foi um dia delicioso na cozinha!

MODO DE FAZER

– Comece preparando o molho, pois depois que começar a fazer o nhoque não vai poder parar para fazer outra coisa. Tempere a carne moída crua com o alho amassado e o molho shoyu.

– Leve a cebola roxa picadinha com um pouco de azeite para refogar numa panela em fogo médio. Deixe refogar até ficar transparente. Acrescente a carne moída temperada e deixe cozinhar até que ela fique totalmente marrom e soltinha (uns 15 minutos). Acrescente o molho de tomate, o vinho e a pimenta. Diminua o fogo e deixe cozinhar por mais uns 8 minutos. Reserve.

Nhoque de abóbora com bolognesa ao vinho

– Para fazer o nhoque de abóbora eu usei o mesmo esquema do cozimento das batatas, que é o pulo do gato do nhoque perfeito que fiz outro dia. Corte a abóbora (usei a do tipo paulista) descascada em cubos médios, coloque num saco plástico transparente, faça alguns furinhos no saco e leve ao microondas em potência alta para cozinhar. No meu microondas 4 minutos de cada lado (vire o saco no meio do caminho) foram suficientes para deixar a abóbora desmanchando. Enquanto isso já coloque uma panela grande com água para ferver.

– Numa tigela coloque a abóbora quente e amasse com um garfo, para formar um purê. Acrescente a manteiga amolecida, o queijo ralado (ralo fino), a noz moscada em pó, o sal e o amido de milho. Misture tudo muito bem com uma colher de pau. Vá acrescentando a farinha de trigo às colheradas, mexendo entre as adições, para achar o ponto correto. O ponto é uma massa firme mas macia, ainda um pouco grudenta, conforme a foto abaixo.

Nhoque de abóbora com bolognesa ao vinho

– Agora vem a parte mais trabalhosa do prato: coloque pequenas colheradas de massa na água fervendo para cozinhar. A técnica que usamos para esse passo foi muito legal: usando duas colheres de sobremesa, fazia uma bolinha com a ajuda das colheres, despejando na água fervente. Não coloque muitas bolinhas de uma vez, para a água não esfriar. Não se preocupe em fazer bolinhas perfeitas e do mesmo tamanho, pois o visual rústico também faz parte do charme desse prato.

Nhoque de abóbora com bolognesa ao vinho

– Deixe as bolinhas cozinharem por uns 2 minutos após subirem à superfície. Retire delicadamente com uma escumadeira e coloque as bolinhas numa travessa. Use um fio de azeite de oliva extra virgem nos nhoques já cozidos, para garantir que não grudem uns nos outros. Reserve e faça esse mesmo procedimento com toda a massa.

– Feito isso coloque o molho por cima do nhoque de abóbora, adicione um pouco de queijo ralado e sirva! Delícia!

DIFICULDADE: Difícil

PREÇO MÉDIO: R$ 10,00 – R$ 14,00

Print Friendly, PDF & Email