Ingredientes

  • 1 xícara de preto cru
  • 1/2 cebola picadinha
  • 4 xícaras de caldo de camarão
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 250g de camarões cinza médios limpos
  • 3 dentes de alho amassados
  • 1 colher de sopa de pimenta biquinho
  • Azeite, sal e salsinha que baste
  • Rúcula

2 pessoas (bem servidas) Pessoas servidas ~ 1 hora

Sempre ouvi falar no tal do Arroz Preto, mas nunca tinha feito, tampouco comido. Eu me deparei com um saco dele vendendo no supermercado, uma linha nova do Tio João chamada Variedades Mundiais. Aliás, achei bem interessante essa iniciativa deles! Eu já havia comprado o Carnaroli, um tipo de arroz especial para risoto, mas dessa vez comprei o Arroz Preto e o Basmati. Essa linha também tem o Jasmine e o arroz para sushi (esses ficarão para a próxima compra!).

O Arroz Preto era cultivado na China há 4 mil anos atrás, conhecido como “Arroz Proibido”, pois só o Imperador podia comê-lo. Possui cor preta quando cru, roxo escuro quando cozido, e um sabor levemente acastanhado. É um arroz muito complexo, por isso acho que não combina com qualquer tipo de carne, mas acho que com os camarões ficou excelente!

Aliás, o arroz preto vem sendo considerado um excelente aliado à dieta, já que possui 20% mais proteína e 30% mais fibras que o arroz branco, além de ter menos gordura e valor calórico que o arroz integral. Então vamos aprender a fazer porque, além disso tudo, é um prato diferente e que impressionará certamente os seus convidados!

MODO DE FAZER

– Lave os grãos do arroz e reserve.

– Refogue a cebola picadinha com azeite em fogo médio por um minuto. Adicione os grãos de arroz lavados e refogue-os por uns 2 minutos, mexendo sempre.

– Adicione o caldo de camarão (pode comprar aqueles cubinhos pronto e desmanchar na água ou fazer o caldo caseiro, fervendo com as cascas e cabeças do camarão) até ficar 1 dedo acima do arroz. Acerte o sal. Deixe cozinhar tampado em fogo baixo.

– Fique de olho, o arroz preto demora bem mais a cozinhar que o branco. Vá adicionando mais caldo de camarão conforme comece a secar. Mexa constantemente (+/- de 2 em 2 minutos), para que não grude  no fundo. Repita esse processo até o arroz ficar cozido, com textura de risoto (al dente) e levemente cremoso (demorou uns 45 minutos aqui em casa). Acrescente a colher de sopa de manteiga e desligue o fogo. Reserve.

– Agora vamos ao camarão: doure levemente o alho amassado em azeite. Acrescente os camarões limpos e deixe-os fritar, em fogo algo. Seja rápido, camarão que cozinha demais fica borrachudo. 1 minutinho de cada lado é suficiente. Acerte o sal, acrescente a pimenta biquinho (não arde) e um pouco de salsinha picadinha. Desligue o fogo.

– Sirva o prato com algumas folhas de rúcula, o risoto de arroz negro e os camarões. Ornamente com um pouco de salsinha picadinha. Sirva imediatamente.

DIFICULDADE: média

PREÇO MÉDIO: R$ 9,50 – R$ 14,00

Print Friendly