Ingredientes

  • PRIMEIRA MASSA
  • 150ml de água morna
  • 50ml de fermento biológico fresco
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • SEGUNDA MASSA
  • 170g de preparado em pó para panettone
  • 500g de farinha de trigo
  • 4 gemas
  • 180ml de água morna
  • 1 colher (sopa) de aroma de panettone
  • 300g de gotas de chocolate ao leite

4 chocottones de 250g Pessoas servidas ~ 3h30

Com a chegada das festas de final de ano os supermercados ficam lotados de panettones e chocottones de todos os tipos e marcas possíveis e imagináveis. Confesso que essa é para mim uma das melhores partes dessa época do ano, já que sou totalmente fissurada por essas delícias. Claro que tive aquela fantástica ideia: vou fazer um panettone em casa.

O primeiro grande obstáculo foi comprar as formas de panettone. Fui em várias, VÁRIAS lojas procurando as benditas forminhas de papel. Em nenhum dos lugares elas estavam disponíveis. Fiquei nada mais nada menos que um mês nessa novela. Resolvi comprar pela internet (e mesmo assim não foi tão fácil assim). Na mesma loja online vendiam um preparado para massa tipo panettone, que acabei comprando junto.

O segundo obstáculo foi escolher a receita a ser feita, já que existem muitas disponíveis por aí. Passei uma semana colecionando receitas e tive a brilhante ideia de escolher a mais difícil e lenta de todas elas: uma receita que passou na Ana Maria Braga que demora 3 dias para ficar pronta, com um milhão de passos. A promessa era simples: fica tão bom ou melhor que todos os vendidos no supermercado. Oras, eu tinha que tentar!

E lá fui eu para a saga do panettone. Primeiro dia, OK. Segundo dia (tenso), OK. Terceiro dia, hora de assar os panettones: assei de manhã cedinho, antes de ir pro trabalho, e passei o dia todo trabalhando pensando em como tinham ficado (tive que deixar esfriando em casa). Cheguei em casa toda animada, cortei o panetone e….. ficou uma PORCARIA! Sério gente, ficou muito ruim. Uma decepção só! 🙁

Fiquei arrasada, joguei tudo fora e prometi a mim mesma que nunca mais faria panettone em casa de novo. Estava traumatizada! Mas eis que a blogosfera operou seu milagre… vi vários blogs amigos com receitas lindas de panettones. Fiquei novamente instigada a tentar fazer o meu. E eis que me lembrei daquele pacotinho de mistura para panettone que estava guardado no meu armário…

Chocottone

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OK, pensei comigo mesma: chegou a hora da verdade! E lá fui eu de novo para a cozinha atrás do panettone mágico!

Dessa vez deu tudo certo! Primeiro porque tive a super ajuda do meu amado para sovar a massa (o que fez toda a diferença), segundo porque realmente ficou macio, com aquele cheirinho incrível do chocottone, enfim.. trauma superado! Que feliz! Afinal, não dava para virar o ao com isso na cabeça, não é?

Chocottone

 MODO DE FAZER

– Primeira massa: misture o fermento com o açúcar, até ficar líquido. Acrescente a água e a farinha, mexendo bem. Deixe descansar até dobrar de volume (deixei por 45 minutos).

– Segunda massa: bata levemente as gemas (bati com um fouet mesmo). Acrescente o preparado em pó e o aroma. Mexa bem. Acrescente aos poucos a farinha de trigo e a água intercalando. Depois de tudo misturado, junte as duas massas. Sove bem por vários minutos, rasgando a massa de vez em quando, até que ela fique bem lisa e homogênea.

– Abra a massa sobre uma superfície lisa e coloque as gotas de chocolate. Misture bem na massa. Separe em 4 partes (se forem formas de 250g, ou em 2 partes se forem formas de 500g) e faça bolas. Coloque as bolas nas formas para panettone. Deixe descansar até que cresçam bem (as minhas mais que dobraram de volume em 1h30 minutos).

– Pré-aqueça o forno a 200°C e leve para assar até que fiquem corados (deixei por 30 minutos). Cuidado para não assar demais, pois isso resseca a massa.

– Deixe esfriar completamente antes de abrir. Bom apetite!

DIFICULDADE: Difícil

PREÇO MÉDIO: R$ 12,00 – R$ 15,00

Print Friendly