Ingredientes

  • - 250g (1/2 pacote) de massa de sua preferência. Favor usar uma massa de boa qualidade. Eu gosto das grano duro, e nesse caso usei um talharim.
  • - 30g de funghi secchi (1/2 potinho)
  • - 720 ml (3 xícaras) de água filtrada morna
  • - 3 colheres de sopa de bacon cortado em cubinhos
  • - 1/2 cebola pequena, picada em cubinhos
  • - 1 colher de sopa de manteiga
  • - 120 ml (1/2 xícara) de vinho branco seco
  • - 1 sachê/tablete de caldo de carne
  • - 1 caixinha de creme de leite
  • - Noz moscada em pó (uma pitada)
  • - Pimenta do reino branca (opcional) e sal à gosto

2 Pessoas servidas ~ 1 hora

Há alguns dias atrás um amigo meu pediu uma receita de um jantar romântico para fazer no final de semana. Passei alguns dias pensando sobre isso. No início eu tive altas ideias com entradas super fofinhas, pratos elaborados (para dar aquela impressionada), etc.. daí a realidade veio como um raio na minha cabeça: tem de ser algo rápido e fácil, senão ele não vai conseguir fazer sozinho!

Já era tarde da noite do domingo quando eu decidi que estava com fome. E achei que o maridão também estava. Pensei comigo mesma: vou fazer um jantarzinho romântico para esse restinho de final de semana. E será esse o prato que irei indicar ao meu amigo no Temperaria!

Abri o armário e logo de cara vi o potinho de Mix de Funghi Secchi da Mastroiani. Para começar, muita gente diz que não sabe onde comprar fungui para as receitas. Hoje em dia praticamente todos os supermercados vendem os desidratados. Eu gosto muito dessa marca Mastroiani, acho que o produto deles tem um preço ótimo e uma qualidade muito boa. Eu comprei no Pão de Açúcar, mas já vi vendendo em vários mercados aqui do Rio de Janeiro, como Sendas, Prezunik, Carrefour, Guanabara, etc. Em quase todos os lugares vende o Fungui Secchi, que eu também uso. Mas se tiver o potinho que é o mix de fungui (funghi secchi, shitake secchi e shimeji secchi no mesmo potinho), acho melhor ainda.

Pois bem, tendo passado por essa fase de compra do funghi, que tenho certeza que ninguém terá grandes problemas (em último caso comprem nos sites do Zona Sul ou Pão de Açúcar), vamos à receita!

MODO DE FAZER

– Lave bem o funghi em água corrente, pois às vezes ele vem com uma terrinha, então é melhor perder uns minutinhos fazendo uma lavagem minuciosa. Coloque o fungui numa tigela com a água morna, e deixe hidratar por 45 minutos.

– Retire o funghi da água, mas não jogue a água fora. Reserve. Pique o funghi do tamanho que você gostar (eu não gosto muito grande, mas tem gente que nem corta, come inteiro). Reserve.

– Coloque numa panela a manteiga, a cebola e o bacon, e deixe dourar. Junte o funghi já hidratado e cortado, deixe refogar em fogo médio por uns 4 minutos, mexendo sempre. Vai ficar com uma cor linda, bem marrom.

– Junte o vinho branco e baixe o fogo para o mínimo. Deixe reduzir até que fique só um caldinho no fundo da panela (uns 5 minutos). Junte 1 xícara da água em que o funghi ficou imerso para hidratar, o caldo de carne, a noz moscada e a pimenta. Deixe levantar fervura.

– Junte o creme de leite, deixe em fogo baixo por uns 2 minutinhos e pronto! Agora é só colocar sobre a massa que já deve estar cozida (não deixe cozinhar demais!). Salpique queijo parmesão ralado e bom apetite!

Essa massa combinou muito bem com o Miolo Reserva Tannat 2009. É um vinho nacional, barato (uns R$ 30,00), e muito bom. Eu, particularmente, tenho uma tendência a tomar vinhos Tannat, que provei pela primeira vez há uns 2 anos atrás em Punta del Leste. Essa uva tannat é típica do Uruguai, infelizmente não é muito fácil de se encontrar por aqui, mas vale a pena! É um vinho encorpado, com muito tanino, pouco ácido, combina muito bem com carnes vermelhas, funghi, etc.

RENDIMENTO: 2 pessoas muito bem servidas
TEMPO DE PREPARO: 1 hora
DIFICULDADE: Fácil
PREÇO MÉDIO: R$ 19,00 – R$ 24,00
FUNDO MUSICAL: já que é para ser um jantar romântico, acho que um Elton John cai muito bem!

Print Friendly